A operação Prato





Conduzida em 1977 na ilha de Colares – PA, a operação visava investigar um estranho fenômeno.


          Este estranho fenômeno era chamado pelos populares como “Cupa-chupa” iniciou no ano de 1976. O fenômeno incluía, além de avistamentos, ataques aos observadores, que frequentemente saiam com queimaduras e manchas na pele. A situação estava fora de controle e o panico instaurou –se na ilha, chamando a atenção da imprensa nacional.

Coronel Hollanda.

Força Aérea.

A situação foi tão grave que em 1977 a Força aérea Brasileira (FAB) Precisou intervir, e mandou uma força tarefa de mais de 60 soldados para investigar e manter a ordem. Esta força tarefa estava sob o comando direto do coronel  Uyrangê Hollanda. A operação batizada de “Operação Prato” foi conduzida por 4 meses e durante este tempo os fenômenos foram vistos e catalogados pelos militares.


Conclusivo?

          Em 1999 a força aérea admitiu publicamente que esteve envolvida na instigação da operação Prato, e divulgou parte dos relatórios conduzidor pelo coronel Hollanda, que envolto em mistérios suicidou-se anos antes, em 1997 sob circunstancias controversas.

Fonte: OvniHoje e outras.
Comenta aí pode ser? ()