Praxinoscópio - o avô do cinema.



Criado por Émile Reynaud em 1877, criou a perspectiva do que seria o cinema.


          Criado através de uma caixa de biscoitos e um único espelho, o equipamento exibia imagens desenhadas em películas. Aprimorando o equipamento com mais espelhos foi possível criar o efeito de relevo, e com a inserção de uma fonte luminosa foi possível criar a ilusão de movimento.

Reynauld - criador do Praxinoscópio.

É hora do Show!

A partir dai, centenas de desenhos eram criados de forma a serem projetados sequencialmente, criando uma curta de animação. Baseado em cada animação exibida era composto um cenário e uma trilha musical, criando assim um sucesso instantâneo. Cada seção durava 15 minutos era projetado pelo próprio Émile.
O show ficou conhecido com “Pantomimes de Lumineuses” e conforme foi crescendo, o equipamento foi melhorado, possibilitando projeção dupla e ganhou o apelido de teatro luminoso.


Sucesso.

           Os personagens bem elaborados, e toda a qualidade envolvida das produções renderam mais de 1300 apresentações, que continuaram até 5 anos depois da invenção do cinema como conhecemos.

Fonte: Wikipédia e outras.
Comenta aí pode ser? ()