Pictogramas: herança das cavernas.



Dos primórdios dos desenhos nas cavernas até os dias de hoje, estão presentes em todo o canto.


Os pictogramas são sinais gráficos, uma versão simplificada de desenhos, assim por dizer, que servem para transmitir uma ideia de forma imediata, independente de qualquer idioma.

Entendeu?


É você Piteco?


Desde a época das cavernas, era necessário registrar conhecimento, mas ainda não existia a escrita, então os ancestrais começaram a desenhar nas paredes das cavernas a fim de manter os registros.
         A ideia de se desenhar algo que representasse a realidade de forma simplificada foi essencial no desenvolvimento da escrita, e antes de as letras propriamente aparecerem, os primeiros alfabetos eram pictográficos, ou seja, símbolos que representavam ideias, ao invés de  símbolos que representavam sons.


Alfa, beta e picto.   

         A ideia foi tão boa que perdura até os dias de hoje. O mandarim por exemplo é composto por “Kangis” que nada mais são do que pictogramas que representam significado imediato, e que associados podem descrever tão bem ou até melhor que com palavras. 

Fonte: Wikipédia e outras.
Comenta aí pode ser? ()