Antimatéria – Curiosando.




Composta do inverso da nossa matéria bariônica, é uma das coisa mais raras do universo.
 

          Voltemos a 13,7 bilhões de anos atrás no universo e comecemos com um evento chamado de big-bang. BUM e o universo estava em expansão. Deste enorme bum foram geradas quantidades quase iguais de matéria e antimatéria, que foram se aniquilando mutuamente. Mas havia um pequeno desequilíbrio, para cada 1 bilhão de átomos de antimatéria, havia um bilhão e um átomos de matéria, e deste desequilíbrio formou se toda matéria existente no nosso universo.


Comparação de Átomo e anti-Átomo

Restinho.
As evidencias apontam que somos o restinho de matéria que ficou em desequilíbrio, sobrando no universo. E a principal propriedade que leva a raridade da antimatéria é que ela em contato com a matéria se desintegra, convertendo o seu total de massa em energia.
Basicamente é a mesma equação que Einstein descreveu e que rege o principio da bomba atômica: E=mC². Só que a bomba atômica converte apenas 0,2% da matéria em energia. A aniquilação matéria x antimatéria é 100% eficiente. Eis a diferença.


Combustível (caro) do futuro.

          A geração da antimatéria é extremamente custosa, custa 18,6 Trilhões de dólares por grama.  Atualmente inviável. Mas se desenvolvido, com certeza é a melhor alternativa para geração de energia.

Fonte: Livro Origens  (Degrasse, Neil) e outras.
Comenta aí pode ser? ()