O que é um Teste de Turing?




É um método para testar se uma inteligência artificial consegue se passar por humana.


      O nome deste teste se deve ao seu criador, um dos primeiros cientistas da computação, Alan Turing, e consiste basicamente em testar as respostas fornecidas por texto pelo computador. As respostas são analisadas por uma banca, e se 30% dos avaliadores não conseguir determinar se as respostas são de um ser humano, o computador é aprovado.

Aprovada (?)

Em 2014 uma equipe russa conseguiu criar um computador que passou neste teste. A máquina, criada pela equipe russa, “atende” pelo nome de Eugene Goostman e se passa por um garoto de 13 anos que mora na Ucrânia.
Segundo um de seus criadores, Vladimir Veselov, a ideia com a qual trabalharam era de se tratar de um garoto que diz que sabe tudo, mas, por ter apenas 13 anos, não o faz – o que, de quebra, lhe dá uma personalidade bastante verdadeira.
Contudo, existe certa controvérsia na comunidade cientifica ao aceitar este feito, já que a veracidade do teste imposto é questionável.
Até meados de 2016, dava pra conversar com o Eugene na internet.


Perigoso?


        Possivelmente sim, mas a chance de uma inteligência artificial adquirir inteligência suficiente para tornar se um perigo, apesar de já existir, é baixo, pelo menos pelas próximas décadas.  
      Porém se pensarmos por outro ângulo, o avanço na inteligência artificial tende a ser mais benéfico do que nocivo para humanidade, já que todos os desenvolvimentos tendem a ser testados em ambientes controlados pelos pesquisadores.







Comenta aí pode ser? ()